DICAS DE SEGURANÇA DO TRABALHO PARA ELETRICISTAS

Fique atento a algumas recomendações e tome providências para evitar acidentes e aumentar a sua segurança do trabalho. Conheça também algumas normas da segurança do trabalho para profissionais da elétrica e se torne um expert na prevenção de acidentes.

A segurança do trabalho é um direito e dever de todos nós. Quando se falar em trabalho com eletricidade, isso se intensifica ainda mais: hoje, dados estatísticos demonstram que acidentes relacionados a instalações elétricas são muito frequentes no país.

A atitude do profissional acaba sendo a maior fonte de acidentes elétricos. Por isso, é importante conhecer algumas práticas essenciais do trabalho do eletricista para evitar acidentes. Confira tudo isso a seguir!

Principais riscos de trabalhar com eletricidade

1 – Choque elétrico

Com certeza, um dos maiores riscos que o eletricista corre é o do choque elétrico. Isso acontece quando a energia elétrica encontra uma passagem pelo nosso corpo e descarrega para a terra. Ou então, quando o eletricista toca em duas fases elétricas diferentes, o que causa uma passagem elétrica de um fio para o outro.

O choque elétrico causa dor e queimaduras, mas também pode causar paradas cardíacas e contrações musculares. As principais causas do choque elétrico é trabalhar sem proteção, sem atenção à descarga elétrica ou improvisar ferramentas.

2 – Arco elétrico

A transmissão da corrente elétrica pelo ar, ou outro princípio isolante, é chamado de arco elétrico ou arco voltaico. Normalmente, corre por curtos-circuitos ou no momento de conexão/desconexão de dispositivos elétricos. Tão nocivo quanto o choque direto, o arco elétrico pode causa queimaduras de terceiro grau ou até mesmo incêndios.

3 – Queimaduras

Podem ser provocadas pelos outros acidentes anteriores ou com contato direto com a eletricidade. As queimaduras desse tipo são mais graves do que as causada por fogo, pois a lesão interna é maior do que a externa (na pele). Além das dicas de segurança mais específicas, procure utilizar botas, luvas e roupas adequadas para evitar qualquer tipo de queimadura.

Principais causas de acidentes de trabalho do eletricista

A maioria dos acidentes de trabalho elétrico é causada pela falta de atenção ou inadequação profissional do próprio eletricista. Podemos citar também outros fatores que causam acidentes elétricos, como:

● Uso incorreto ou ausência de EPIs (equipamentos de proteção individual);

● Uso incorreto de dispositivos elétricos;

● Improviso de ferramentas;

● Uso de EPIs ou ferramentas danificadas;

● Falta de atenção quanto à descarga e corrente elétrica.

Sendo assim, como mudar esse cenário e garantir sua segurança no local de trabalho elétrico?

Como ter mais segurança no trabalho com eletricidade

A NR 10 possui orientações para que o eletricista e profissional da área elétrica possam trabalhar com segurança e saúde. Ela estabelece, entre outros fatores, que o profissional possua todos os documentos e certificações que comprovem sua qualificação.

Portanto, existe também a responsabilidade da empresa garantir a segurança e saúde dos trabalhadores da elétrica. É a empresa que irá informar os trabalhadores de possíveis riscos, bem como tomar providências para evitá-los. Isso envolve o uso de equipamentos de proteção, dispositivos funcionais, qualificação e treinamento de segurança, por exemplo.

O profissional eletricista deve, de acordo com a NR 10, comunicar os possíveis riscos à sua segurança que ele identificou no ambiente de trabalho. Também existe o comprometimento a utilizar os equipamentos de segurança em todas as situações de trabalho.

Fonte: Net Elétrica / Imagens Freepik