Com toda a família em casa e com os riscos que rondam a economia, diminuir o consumo de energia elétrica pode ser uma das melhores opções para o seu bolso. Saiba quais os itens que mais utilizam energia e quais as dicas para economizar até com os eletrodomésticos mais essenciais.

Com aulas online, home office e a prorrogação do prazo da quarentena estipulada por muitos Estados e Municípios, grande parte da população encontra-se em casa e, consequentemente, é esperado o aumento do consumo de itens essenciais como energia, água e gás. Com o mercado de trabalho instável, economizar até mesmo nos serviços mais importantes se tornou uma opção. Entretanto, diminuir o consumo a partir dos maiores “vilões” da conta de energia é o segredo para quem busca um resultado rápido e sem muitas restrições. Conheça quais são esses equipamentos e confira as nossas dicas de economia!

CHUVEIRO

Para os imóveis que não possuem o sistema de aquecimento solar, um dos eletrodomésticos encontrado em todas as casas e que mais consome energia é o chuveiro elétrico. Um equipamento de 5400W (Watts) de potência utilizado todos os dias por 20 minutos é responsável pelo gasto de até 42 reais no fim do mês. Em média, os chuveiros são responsáveis por 25% a 35% no valor da conta de energia.

Neste momento com as escolas inativas estar atento com as crianças é essencial, já que elas costumam gastar mais tempo que o necessário para o banho diário. Faz bem para o bolso e contribui com o meio ambiente na economia de água. Além disso, aproveitar os dias quentes para diminuir a intensidade do chuveiro pode ser uma ótima opção, pois o consumo pode cair em até 30%. Manter os bicos de saída de água limpos e ligar apenas para o enxague também pode representar grandes mudanças no fim do mês.

COOKTOP ELÉTRICO

Os fogões elétricos cooktop com designer e uso moderno podem causar grandes variações na sua tarifa de energia mensal. Considerando que cada “boca” seja utilizada por 1 hora diária, o resultado pode ser uma surpresa no fim do mês com até 53 reais a mais na sua conta, segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), fazendo dele um dos 3 itens que mais gastam energia: geladeira, chuveiro e cooktop.

Para quem busca economia, considere a troca por outro modelo de fogão ou aposte no preparo de alimentos mais rápidos. Também fique atento ao alto gasto desnecessário do “fogo alto”, depois de atingido o ponto de fervura a intensidade pode ser diminuída sem mudanças no tempo de preparo do alimento.

AR CONDICIONADO

Mais do que nunca os aparelhos de ar-condicionado têm ocupado espaço na maioria das casas, por conta de um preço aquisitivo mais acessível e de um conforto inigualável nos climas mais quentes. Entretanto, este equipamento pode representar altos custos para a conta de energia elétrica, principalmente em tempos de quarentena com toda a família em casa.

Um ar-condicionado de 12 mil BTUs usado por 6 horas diárias pode ser responsável por até 117 reais a mais na sua tarifa de energia. Para diminuir o consumo em até 50%, mantê-lo sempre limpo e funcionando em 23 graus é o segredo para não sobrecarregar o equipamento e, principalmente, o seu bolso.

APARELHOS DESLIGADOS

Você sabia que mesmo desligados, mas conectados às tomadas, os eletrodomésticos consomem muita energia? Mesmo em standby, eles chegam a representar anualmente até 240 reais na conta de energia elétrica, segundo pesquisadores. Experimente desconectar da tomada os diversos eletrodomésticos da sua casa e sinta a diferença.

Esteja atento à estas dicas e diminua seu consumo de energia mensal! Com uma fatura controlada, seu dinheiro pode ser usado para muitos outros objetivos. Faça da economia parte da vida da sua família!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *