POSTE PADRÃO DE ENTRADA DE ENERGIA: COMO ESCOLHER?

Entenda como deve ser escolhido o Poste Padrão adequado para a sua construção.

Poste Padrão

O Poste Padrão é um conjunto de instalações composto de caixa de medição, sistema de aterramento, condutores, disjuntores e outros acessórios indispensáveis a ligação.

Antes de tudo é muito importante saber que poste padrão não é tudo igual, existindo vários critérios que devem ser seguidos para a escolha. Vamos conhecer estes critérios e entender as diferenças?

Tipo de Ligação

O tipo de ligação pode ser monofásico (110v), bifásico (220v) ou trifásico. Esta escolha irá depender da tensão dos equipamentos instalados em sua residência ou estabelecimento comercial.

Atualmente, o mais utilizado em residências é o modelo bifásico, que permite a ligação em fase 110v e 220v, sendo ideal para ligar chuveiros ou ar condicionados em 220v e tomadas e lâmpadas em 110v.

Porém, existem também os modelos econômicos, aprovados pela CPFL, por exemplo, onde a ligação é apenas 110v e indicada para casas populares. Para casas com piscinas ou projetos que terão equipamentos de alta tensão, indicam-se os postes padrão trifásicos.

Carga Instalada

Também é necessário saber também a carga instalada, para definir o fio e disjuntor que acompanharão o seu poste padrão. Por exemplo, para uma casa em que foi escolhido o tipo bifásico (220v), encontra-se as opções B1 e B2 para compra (homologados pela concessionária CPFL) sendo a primeira para carga de até 18 KW e a segunda para cargas de até 25 KW.

Pareceu confuso? Um consultor pode te auxiliar nessa escolha, garantindo maior assertividade e evitando assim, a necessidade de troca no futuro ou reprovação da concessionária de energia na hora de solicitar a ligação.

Quantidade de relógios

A escolha da quantidade de relógios ou caixas é simples, dependendo apenas do número de residências ou comércios no terreno. As opções são: um relógio, dois, três ou quatro, a ser escolhido dependendo da quantidade de imóveis no terreno.

Local da instalação

O Poste Padrão poderá ser frontal (visor voltado para a calçada) ou lateral (para dentro da obra), dependendo do projeto desenhado. Importante: o visor deve estar em um local que possibilite o acesso dos funcionários para fazer a medição do relógio.

Fabricantes Homologados

Após ter definido todos os requisitos acima é hora de encontrar um fornecedor que tenha o produto homologado à concessionária de energia elétrica da sua região (Exemplos: CPFL, Elektro, EDP Bandeirantes, entre outras).

Lembre-se: Poste Padrão NÃO é tudo igual e a escolha adequada (desde as especificações até o fornecedor) irá garantir que você economize tempo, dinheiro e evite danos nos eletrodomésticos, além de riscos em geral.

Mas afinal, qual o custo do Poste Padrão de Entrada de Energia?

O valor irá depender dos requisitos escolhidos acima, sendo assim, podendo encontrar valores de R$ 580,00, em um modelo econômico, R$ 1.900,00 em modelos de mais caixas e maior tensão, entre outros valores a serem consultados junto ao fornecedor.

Fonte: Eletro Fort Brasil / Imagem Freepik

Share on facebook
Compartilhar
Share on linkedin
Compartilhar